Segunda-feira, 14 de Novembro de 2005
Amigos...

Às vezes dou comigo a pensar em certas coisas

“Mas que complicada...há coisas em que nem vale a pena pensar”...
É bem mais giro e emocionante pensar no carro novo que se quer comprar.. ou no casaco que estava naquela montra ...ou nas férias de sonho...”

Mas às vezes dou comigo a pensar em certas coisas...

E no outro dia dei por mim a tentar dissecar o conceito da palavra “Amigo”
É uma palavra do léxico, claro que é...e no dicionário “Amigo” é “o que nos ama....o que nós amamos”... está lá bem escrito e explicadinho

Mas então...o que é um amigo?
É que desculpem-me mas.... a palavra anda tão de boca em boca hoje em dia....utiliza-se de uma forma tão ligeira e tão desprovida de significado...que eu já não sei bem se sou eu que estou desfazada no tempo...se o conceito é assim tão linear como se de uma camisa ou de um telémovel se falasse..ou se ainda há valores subjacentes ao conceito de amizade

Existem amigos... tenho muitos amigos..daqueles com quem passo bons momentos de coboiada, com quem vou beber um copo ou fazer uma almoçarada, ou ainda a uma festa ou a um concerto de uma banda qualquer da moda...amigos de chat (esses são às paletes)...amigos que conhecem amigos...enfim...um nunca mais acabar de amigos

E depois há os Amigos... e esses “infelizmente” contam-se pelos dedos... aqueles que são nossos cúmplices...que nos tocam...que nos fazem chorar... que nos fazem rir... que nos fazem sentir necessidade de estar perto...que são o reverso da nossa moeda...que nos complementam e nos completam... com quem falamos horas ao telefone... com quem partilhamos momentos únicos.......por quem não conseguimos dormir de preocupação se alguma coisa está mal...que nos “sentem” sem que tenhamos necessidade de abrir a boca.... que oferecem o ombro se estamos tristes... que estão lá, qual Anjo da Guarda, para nos dar a mão se estamos a cair no precípicio...enfim...tanta coisa que estes amigos significam...

Numa palavra, ou melhor em 8 simples palavras escritas no dicionário... “o que nos ama e que nós amamos”

E a pergunta surge...será possivel amar um Amigo? Será?
Curiosamente fiz esta mesma pergunta a alguém de quem muito gosto, numa destas noites inteiras de conversa... “não achas que seja possível amar um amigo?”
Amar um amigo? Que é isso? Mas amor é uma coisa e amizade é outra bem diferente...nada de confusões...
Será?

Então como explicar todo um sentimento que existe por detrás de uma amizade...daquelas que mexem connosco?
Como explicar um je ne sais quoi de empatia, cumplicidade, alegria, dor, angústia, sobressalto, plenitude, paz, partilha, lealdade?
Será que podemos amar um Amigo da mesma forma e com a mesma intensidade que amamos o companheiro/companheira? Ou são coisas e sentimentos distintos?

Confunde-se não é? Mistura-se tudo...pois é... para quem já sentiu qualquer coisa de semelhante... o que estou a dizer é perfeitamente inteligível...então chegamos à conclusão que se pode amar um Amigo...ou não chegamos?
Mas afinal existe diferença entre amor e amizade? Ou não?
Esse pensamento e essa descoberta....da diferença e se ela existe.... deixo à consideração dos que me forem lendo...

Às vezes dou comigo a pensar em certas coisas....



Publicado por DianadosBosques às 12:44
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Megalito a 14 de Novembro de 2005 às 16:46
Diana dos Bosques profundos... voltei para a sala para te dar os parabéns... abraçar ... levar-te em ombros... Não só, ou não tão somente para te dar os parabens por esta coisa... se fosse só por isso os parabéns chegavam... mas para comunicar a minha felicidade... rapariga... finalmente senti... pelo menos senti... que finalmente estavas curada ... libertada... emancipada... enfim... não te xateio mais pois vou abrir a garrafa do champagne que estava ali guardada à tanto tempo...

Continua.. força... e já agora... em jeito de despedida lanço-te um desafio... nunca fales de mim.... never...

Um beijinho ( entretanto já abri a garrafa e já estou meio zonzo e já te beijo e tudo)

Megalítico forever...



De Alex a 16 de Novembro de 2005 às 16:03
Entrei no blog.... vi que escreveste... vi um comentário só.... estranhei... Terão medo de comentar? Esperam para ver o que os outros dizem? Não lhes disse nada aquele texto? A mim pessoalmente disse... Por isso vou comentar.

Espero não me desviar muito do assunto a comentar... a amizade.

Será um testemunho pessoal, com base somente nas vivências aqui do chat... e isto porquê? Será que a amizade do chat é diferente da amizade lá de fora? Quem está à espera que eu diga que é a mesma coisa vai-se desiludir.. mas não menos do que os que pensam que no chat não há amizades ou que estas são diferentes... Passo a explicar... E como eu disse trata-se de um testemunho pessoal... de uma vivência muito própria... isto porquê? Porque teimo em não conhecer "pessoalmente" os amigos que aqui fui juntando... Daí só considerar as vivências somente aqui do chat. Mas será que as amizades virtuais, ou num sentido mais amplo, todas as virtualidades, não são igualmente importantes? Será que não a virtualidade não existe mesmo? Não sei a resposta para isso... a única coisa que vos posso testemunhar é que já chorei, já ri, já partilhei mil coisas com algumas pessoas aqui... poucas... pois ao contrário do que geralmente se diz... eu aqui demoro muito mais tempo a abrir-me a alguém do que na vida dita de lá fora... isso porquê? Porque quando não consigo olhar olhos nos olhos... tenho que sentir... e convenhamos... sentir bytes e letrinhas soltas aqui na net é caso difícil... Mas como neste mundo, da net, anda tudo muito rápido( desde os 56 k não o quê, do meu início de navegação até aos actuais vertiginosos 2, 4, 6, 8, 16 megas.. qualquer dia tetras e hologramas ...) as pessoas aqui também querem que os sentimentos, as reacções, as amizades, etc ... andem à mesma velocidade .. daí de me chamarem casmurro... desconfiado.... feitio difícil... só para dizer os adjectivos mais suaves... pois eu ando muito lento...e ando por onde quero e não por onde as pessoas querem que eu vá ou querem me levar.
Mas afinal começam as pessoas que resistiram ler até aqui... afinal ias comentar a amizade ou falar de ti? E eu respondo.... E quem vos manda ler? Alguém vos obrigou? Eu como disse de início ia falar das minhas vivências sobre a amizade. E digo... esta amizade virtual é difícil... pois no meio de este caminho difícil ficam muitas cicatrizes... e embora as palavras possam esconder... elas continuam lá.... a testemunhar as coisas... e não estou a falar das minhas cicatrizes... pois tive sempre a sorte de ter amigos excepcionais que sempre me levaram ao colo.. falo das imensas cicatrizes que fui distribuindo por aí... carrego com todas... não é fácil... mas não são nada se as comparar com o tamanho da amizade que também carrego comigo.

Dedico este comentário a todos os meus amigos virtuais... e acreditem ... sou um privilegiado... tenho muitos aqui... à Amiga Diana peço mais uma vez desculpa de lhe ter roubado um bocadinho do espaço dela para escrever isto mas como partilhamos alguns, muitos, dos meus amigos virtuais sei que pelo menos eles vão ter pachorra para ler esta tetra até ao fim... já estão habituados às minhas secas.

Fiquem bem.

Alex




De Gitano a 17 de Novembro de 2005 às 21:02
Para quando mais??? há leitores à espera ok?? vê lá se te despachas!!!

muy bien echo..

/Gitano


De Inkieta a 11 de Setembro de 2006 às 00:45
Engraçado... dás por ti a pensar sobre certas coisas... Neste campo, penso que todos pensaremos, embora possamos ter perspectivas diferentes sobre o mesmo. Tenho uma simples. Se amar é sentir alguém como um complemento do nosso da nossa alma, em vários sentidos, então é amor o que sinto pelos amigos que estão em mim. Não os conto pelos dedos. Vivo-os apenas. Sei-os pelos nomes. Aqueles que nos fazem sentir e a quem fazemos sentir que "Tens a liberdade de ser tu próprio, o teu verdadeiro eu, aqui e agora (...)" (Richard Bach "Fernão Capelo Gaivota"), sem máscaras, na sua mais pura forma.
Parabéns pela tua força interior e pela tua forma de estar, que tenho vindo a descobrir a pouco e pouco, dianadosbosques :)
* Beijinho bom *


Comentar post

Contacte-me para mais informações
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Posts recentes

Quizás...

Meant to be...

Polaridades...

Innuendos...

Sensibilidade...

Roda Gigante...

Timing...

Beyond the Invisible...

Simplesmente...

Falling...

Mesmerism...

What goes around... comes...

Challenges....

Deixar Acontecer...

Se te disser...

Arquivos

Junho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Blogs