Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009
Innuendos...

 

Desdobras-te em personagens imaginados...
Pensados, ensaiados e experimentados...
Uma e outra vez...
A tua verdadeira face, essa, está oculta...
Teimas em deixá-la onde pretendes que esteja...
No avesso de ti mesmo... no avesso do teu sentir...
Por opção?
Por conveniência?
Por acaso?

 

Nada é por acaso...
E os "innuendos" que se sentem na epiderme da alma...
Revelam que o tempo não tem tempo para se dar tempo...
Pretendes parecer distante e impenetrável...
Defendes as muralhas do castelo com retiradas estratégicas...
E a chave para baixar a ponte elevadiça....
Está guardada num cofre, cuja combinação é um segredo indecifrável...
A fortaleza é inexpugnável... dizes...

 

Um dia verás que tudo não passa de um enorme desperdício de energia...
E de uma enorme perda de tempo...
Porque o que tem de ser...
Será...

 

 



Publicado por DianadosBosques às 22:18
link do post | comentar | favorito
|

Contacte-me para mais informações
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Posts recentes

Quizás...

Meant to be...

Polaridades...

Innuendos...

Sensibilidade...

Roda Gigante...

Timing...

Beyond the Invisible...

Simplesmente...

Falling...

Mesmerism...

What goes around... comes...

Challenges....

Deixar Acontecer...

Se te disser...

Arquivos

Junho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Blogs