Domingo, 15 de Janeiro de 2006
Pedaços vividos...

Há acontecimentos inesperados que nos mudam por dentro...
Neste últimos meses e talvez devido a algumas vivências pessoais sinto que mudei...
Tenho-me confrontado com realidades externas à minha que são de tal forma impressionantes...de tal forma tristes e sem solução...que chego á conclusão que todos os meus “grandes” problemas são gotículas de chuva neste mar imenso à minha volta...
Parece sugeneris e um tanto surrealista que existam pessoas que, à partida, tenham tudo para construir uma felicidade e um sonho...e se deparem com situações preocupantes que lhes tiram o sono e os momentos de descanso...
No entanto é igualmente sugeneris e surrealista a felicidade espelhada e sentida de quem muitas vezes só tem um sorriso nos lábios e uma mão cheia de nada...um nada mais que algum conforto, carinho e amor para dar...

Todos acreditamos em alguma coisa..
Eu costumo dizer que acredito em coisas um tanto loucas e estapafúrdias...são as minhas coisas...
Acredito em karma e destino...
Acredito na busca de um sonho...
Acredito em missão... uma missão que todos temos para com quem se cruza no nosso caminho...
Acredito no resgate de laços de vidas anteriores...
Acredito que os fardos que muitas vezes carregamos, embora pareçam sempre pesadissimos, na verdade nunca têm um peso superior à capacidade que temos para os suportar...
Acredito que projectamos no espaço aquilo que somos... em forma de cores, energia e som...
E, como tal, os acontecimentos que vivemos são muitas vezes resultado dessas mesmas projecções... boas e más...

É curiosa a fragilidade humana face a situações que parecem avassaladoras... era suposto sermos mais fortes consoante vamos passando pelas coisas...
Mas na prática somos sempre surpreendidos na curva e a capacidade de resistência não é tão sólida quanto supunhamos...

O caminho tem destas coisas...
Umas vezes é plano e aberto, outras cheio de encruzilhadas, atalhos e bifurcações…
Pequenas alegrias que são momentos de grande felicidade...
Pequenas desilusões que por vezes se transformam em dias de angústia...
Pequenas contrariedades que nos alteram o estado de espirito...
Grandes esperanças que não passam de pequenas vontades...
Grandes desgostos que se diluem no espaço e no tempo...
Grandes lutas que afinal são infimas batalhas...

Pedaços vividos... nem sempre de acordo com a tela do sonho pintada para o viver...



Publicado por DianadosBosques às 21:30
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Mikas a 17 de Janeiro de 2006 às 14:35
Tivemos uma conversa em que falamos precisamente de certas situações trágicas que por aí há, e que fazem com que a nossa vida (com as suas atribulações insignificantes) pareça um mar de rosas.

Dizes ali que por vezes o ser humano é frágil perante situações avassaladoras. Mas tu sabes, eu sei que sabes, como o ser humano é herculeo também perante essas mesmas situações.

E sabes da força que uma mão estendida transmite nos momentos cruciais.

Por saberes destas coisas és uma grande mulher que eu muito estimo.

Um beijo*


Comentar post

Contacte-me para mais informações
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Posts recentes

Quizás...

Meant to be...

Polaridades...

Innuendos...

Sensibilidade...

Roda Gigante...

Timing...

Beyond the Invisible...

Simplesmente...

Falling...

Mesmerism...

What goes around... comes...

Challenges....

Deixar Acontecer...

Se te disser...

Arquivos

Junho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Blogs