Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2005
Encontros...

Vou voltar a um tema já escrito...mas num prisma diferente...
Os encontros reais de pessoas virtuais...encontros de pessoas que começaram por se conhecer no meio virtual...

Julgo que o importante nem é bem o evento em si...mas sim o que leva as pessoas a juntarem-se e partilharem momentos...
Eu acredito, e penso que não estou errada, que nenhum relacionamento é unívoco....se o fôr tende a terminar rapidamente...
Qualquer tipo de relação implica um dar e receber...uma partilha do que quer que seja...uma vivência comum num espaço e tempo comuns...
Por isso julgo que os encontros deste tipo se devem acima de tudo a uma vontade ou um desejo de formalizar em termos reais relações que se vão mantendo no universo virtual... As tais partilhas de tempo e de espaço, que foram fortalecendo afinidades... e fazendo surgir o desejo de olhar os outros nos olhos...a tal verificação real da imagem virtual...

Posso dizer que conheci já ao vivo e a cores imensas pessoas “virtuais”...
Já fui a diversos almoços, vi muitas caras...gostei de umas... não gostei tanto de outras...
Em algumas ocasiões senti-me deslocada...noutras completamente integrada...
Nestas coisas de grupos geram-se ambientes, ondas...e como são as pessoas que fazem os ambientes e não o contrário...o sentir-se mais ou menos integrado depende um pouco de quem está e das afinidades que temos com quem está...

Mas o giro é o day after... o que se retira ou não de uma experiência...afinal a vida não é isso mesmo?...um acumular de experiências constantes?
Tudo muda quando se passa do virtual ao real...nada mais é igual...aquele nick que vemos todos os dias, deixa de ter uma imagem que surgiu a partir da “leitura” da personalidade de quem está por detrás do nick e passa a ter a imagem real da pessoa com quem estivemos na cavaqueira e na brincadeira no dia tal...

Considero-me uma pessoa com alguma sorte pela facilidade que tenho em “fazer” conhecimentos e em estabelecer relacionamentos....
Mas relacionamentos e conhecimentos é uma coisa...amizade é outra totalmente diferente..
Os amigos não se encontram ao virar da esquina...é preciso lutar por uma amizade e saber construí-la passo a passo...
E de tudo o que eu retirei deste tipo de experiências...posso dizer que o balanço é positivo...

Há pessoas que me dizem...”tive uma má experiência...conheci pessoas da net e não gostei...não volto a repetir”...
Entendo perfeitamente este ponto de vista...até porque seria exactamente a atitude que eu tomaria se me acontecesse o mesmo...é normal... à partida pressupõe-se que a pessoa vá gostar do que encontra e não o inverso...
E basicamente julgo que é o que acontecerá com a generalidade das pessoas mesmo no quotidiano da realidade real... o que agrada tenta manter-se...o que desagrada é para esquecer...

Talvez eu possa dizer que tenho tido a felicidade de conhecer as pessoas certas..não me arrependi ainda de ter partido à aventura... e posso até dizer que consegui solidificar amizades que estavam a florescer...e que consegui simpatias e empatias com pessoas novas...
Das amizades que fiz há pessoas que não esqueço...pessoas que estão residentes no meu coração...
Uma delas em especial...de quem muito gosto e a quem muito devo...
Por me ter revelado que afinal há outras pessoas que pensam e sentem a amizade da mesma forma que eu...
Pela honestidade, lealdade e respeito que sempre mostrou ter e pela confiança que sempre soube merecer...
Pelo apoio e carinho que sempre me deu...
Por saber estar presente em momentos negros e difíceis por que passei...

Por isso tenho todas as razões para poder afirmar com orgulho...”Na net fiz amigos verdadeiros...
E espero vir a fazer muitos mais amigos verdadeiros...
Digamos que basicamente eu gosto das pessoas...e gosto de conhecer pessoas...
A complexidade da personalidade humana fascina-me..é uma espécie de hobby a observação e análise de gestos, atitudes e comportamentos...

Para mim é este o desafio do day after...
Manter um nivel de coesão entre pessoas que se gostam...
Se possível criar laços e amizades...
Se desejável manter o contacto regular com aqueles que sentimos mais próximos...

Nem sempre a net é um veículo ou um meio para utilização das pessoas, naquela perspectiva egoista de quem utiliza o outro....



Publicado por DianadosBosques às 21:58
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Maria Papoila a 14 de Dezembro de 2005 às 22:08
Quem escreve assim sobre o relacionamento interpessoal, faz amigos verdadeiros, na net e fora dela... Gostei do artigo! Beijo


De rui geada a 15 de Dezembro de 2005 às 10:06
comme d'habitude, muito bom.


De Ocean a 15 de Dezembro de 2005 às 11:19
Após te conhecer á tanto tempo é que venho a descobrir a tua aptidão para expressares oq ue sentes, e nem todos conseguem.
Sou umas das pessoas que tive a sorte de te conhecer pessoalmente e descobrir todo esse tesouro que resde no teu coração.
Pensoq ue sempre te ajudei quando precisaste, ou se não o fiz não foi voluntáriamente.
Quero que saibas que apesar de estar afastado da net nunca me esqueço de ti, pois os verdadeiros Amigos ficam para sempre no meu coração, e felizmente encontrei alguns verdadeiros amigos na net.
Apesar de não ter muito tempo sempre me esforcei para poder ir almoçar contigo e com outras pessoas, e ao pé de ti sempre me senti integrado.
Bem e acabo por aqui pois não te quero secar mais,eheheh.
Do teu sempre amigo
Ocean- Ricardo


De Megalito a 15 de Dezembro de 2005 às 15:12
Cara Diana dos ditos cujos,

é com imensa alegria e boa disposição que mais uma vez comento os teus textos... Eu bem que não queria mas não consigo morder suficientemente bem as palavras para que elas não saiam daqui de mim pois temo perturbar este diapasão harmonioso de comentários elogiosos em conjugação com os teus belissimos textos. sem mais entroitos dirigo-me directamente ao assunto que me trás aqui. Pois senti e quem não sente não é filho de boa gente, e livra-me a mim de tal coisa, se há na família alguma ovelha negra essa sou com toda a certeza...
E vou falar essencialmente não de encontros mas de desencontros ... pois nunca participei em nenhum encontro nem sequer alguma vez falamos por telefone ou pessoalmente... e não te posso pedir desculpa por não pensar nem sentir a amizade da mesma forma que tu e outros ... ainda bem que não somos iguais... poderia falar igualmente em "honestidade" e "respeito" que sempre tive por ti. Agora em "dívidas" e "lealdades"?
Bem... A amizade não se cobra... não se mede... não se explica... Acontece simplesmente.

"Apoio", "carinho" e "estar presente em momentos negros e difíceis por que passei"... Realmente isso nunca te dei aos ramalhetes... antes pelo contrário... não que ache que um amigo não poderá dar... Talvés por feitio? Maneira de ser? Não saber dar? Pois... a vida nem sempre é como a gente gostava... como a gente sonhou quando eramos putos e podemos sonhar sem que ninguém nos recrimine... Mas será legítimo alguém cobrar essas coisas a um amigo?
E por outro lado... "Nem sempre a net é um veículo ou um meio para utilização das pessoas, naquela perspectiva egoista de quem utiliza o outro...." . Alguma vez te sentiste utilizada? Se pensas que é por mim peço que aqui "publicamente" o digas. Não que sinta que a carapuça me sirva mas simplesmente como vem em oposição ao que dizes antes e como não me revejo aí, fiquei curioso de saber.

Por último, e sei que mais uma vez estou-me a meter em seara alheia, mas Amigo Ocean, amigo de todas as ocasiões e de todas as horas... pois os verdadeiros amigos estão sempre lá... mesmo quando ausentes... Toda a gente que te conhece minimamente sabe que tu tens um coração aberto, fraterno,sem igual... Um abraço companheiro.

Para ti Diana, parafraseando o meu companheiro que eu sei que ele não se importa e não encontro palavras mais bonitas, eu também descobri todo esse tesouro que reside no teu coração e muitas felicidades pelas tuas vidas fora.

Alex





De BB a 16 de Dezembro de 2005 às 11:51
É tão bom, não é?
Independentemente do sitio onde os encontremos.. Da forma como nos surgem...
O que realmente interessa é o que são para nós..

Um Grande Beijinho

BB


De nickless a 16 de Dezembro de 2005 às 14:33
Amigos...seja em que contexto for é bom tê-los, saber preservá-los e estimá-los. Aposto que és daquelas pessoa que sabe fazê-lo na perfeição. Beijoca e sorriso :o)


Comentar post

Contacte-me para mais informações
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Posts recentes

Quizás...

Meant to be...

Polaridades...

Innuendos...

Sensibilidade...

Roda Gigante...

Timing...

Beyond the Invisible...

Simplesmente...

Falling...

Mesmerism...

What goes around... comes...

Challenges....

Deixar Acontecer...

Se te disser...

Arquivos

Junho 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Blogs